Rethinking museum practices: decolonizing collections – Conferência online

Rethinking museum practices: decolonizing collections – Conferência online

Repensar as práticas museológicas tendo em conta o processo de descolonização das coleções e dos museus é uma preocupação que está, cada vez mais presente, na comunidade de profissionais de museus a nível internacional. Nesse sentido, o CIDOC, o COMCOL e o ICOM Brasil, em parceria com o MAM Rio e com o apoio do Itaú Cultural organizam uma série de palestras online que pretende discutir, sobre diferentes perspectivas e abordagens, este tema.

Nesta série as instituições organizadores procuram reflectir criticamente sobre as práticas de coleta e gestão de coleções.

O que significa descolonizar ao reconhecer os diferentes contextos internacionalmente? Como abordar este tema de forma ativa tendo como ponto focal os direitos humanos e a justiça patrimonial? Numa perspectiva solidária, a organização pretende explorar, partilhar e recriar estratégias e a prática face às exigências contemporâneas colocadas ao desenvolvimento e gestão das colecções.

Cartaz do Evento

A conferência Rethinking museum practices: decolonizing collections está dividida num programa de cinco dias (2,5 horas por dia apenas), sendo cada dia dedicado a um tópico específico. As datas e tópicos são:

  • 26 de novembro: Repensando a restituição e repatriação;
  • 30 de novembro: Repensando a pesquisa de proveniências e a partilha da informação e do conhecimento;
  • 3 de dezembro: Repensando a aquisição e desincorporação/baixa;
  • 7 de dezembro: Repensando a catalogação, classificação e presença digital;
  • 10 de dezembro: Sessão de encerramento – Repensando a transparência e a responsabilidade institucional.

Os temas das cinco sessões serão abordados por um leque diversificado de oradores que estão diretamente envolvidos na sua vida, investigação ou trabalho com o tema principal da série, ou seja, a descolonização das colecções do museu.

A conferência contará com um ouvinte crítico, durante as cinco sessões, que analisará as apresentações e discussões de forma crítica que pretende dar o mote para a continuação da discussão através da publicação de um livro sobre este tema em 2022.

As informações sobre a conferência Rethinking museum practices: decolonizing collections estão disponíveis online através do site do CIDOC. Em breve estará disponível o programa, as informações dos palestrantes e demais informações sobre o processo de registo. O evento é apenas online e é gratuito.